Buscar
  • blanco

Um dia para ser lembrado: Itacoatiara

Registros de um dia clássico em Niterói


Eric de Souza em ação no "Shock"

22.05.18 - Uma boa ondulação chegou na costa brasileira e no dia anterior havíamos investido em uma laje na Costa Verde fluminense. A previsão era de que o mar não fosse diminuir, mas mudasse um pouco de direção. Já de volta ao Rio de Janeiro, a aposta para o dia era o "Shock" de Itacoatiara, em Niterói.


Para quem não é de lá, chegar em Itacoatiara em um dia de ondas grandes é um rito quase místico. A maresia que você percebe antes mesmo de ver a praia, a atmosfera pesada, a galera na pedra olhando o mar, e aqueles minutos de espera, tentando entender aonde vem a série. Itacoatiara é uma praia pequena, com um grande costão de pedra. A força d'água se concentra de forma acentuada lá, é um lugar único e desafiador.



O "Shock" é uma laje ao lado da praia. Uma onda curta e poderosa, que quebra em uma bancada de pedra super sensível. A onda nunca é igual, e várias sessões e degraus dificultam a leitura dela. Por isso é sempre prudente cair na hora certa, pegar a boa e estar bem equipado. Enquanto a sessão não começava, resolvi me posicionar para ir fotografando algumas ondas e pensando em bons ângulos para esse dia. Dei umas voltas ao redor do lugar, para parar em um ponto de vista frontal para o pico do "Shock" e que ao mesmo tempo me possibilitava ter uma visão enquadrada, entre algumas arvores e a pedra, das séries em Itacoatiara. O mar estava incrível por lá.



Antes mesmo de qualquer ação, já tinha bons registros de ondas quebrando sozinhas iluminadas pelos primeiros raios de sol que entravam na praia. Foi um dia memorável, com boas ondas no "Shock" e visuais que não vou esquecer tão fácil. Saldo positivo!


Pedro Scooby em sua versão "Capitão Caverna"

Surfistas: Angelo Bittar, Daniel Rangel, Eric de Souza, Fabiano Passos, Kalani Lattanzi ( bodysurfer ), Pedro Scooby, Vitor Gioranelli e Ziul Andueza.




0 visualização
  • Black Instagram Icon
0