Buscar
  • blanco

Manhã lisérgica em Ipanema

Mais uma parte do estudo de movimentos e luz



Uma das coisas que me impressiona nesse tipo de foto é o número quase infinito de possibilidades diferentes, dadas as combinações de luz e movimento do mar. Sempre acabo me surpreendendo, por mais ordinárias que estejam as ondas.


Hoje ( 20.08 ) fiz uma sessão relativamente rápida em Ipanema, enquanto a luz ainda estava baixa. O resultado foi bem diferente do que tinha em mente. Mais textura e menos perfeição, cores e bastante movimento. Boas capturas para a minha coleção.



A maioria dessas fotos foi tirada com velocidade abaixo de 20 ( ou 1/20 de segundos ), o que pode parecer bastante rápido, mas em uma fotografia de movimento é uma velocidade arriscada. Digo porque muitas vezes a falta de nitidez na foto pode gerar uma incompreensão. Mas quando esses "borrões" se transformam em algo legível pelo olhar, o resultado é incrível, na minha opinião.


Gosto de fazer essas fotos em dias de mar bem pequeno, com bancos de areia e valas que proporcionem pequenas ondinhas perfeitas próximas da areia. Ir bem cedo também é importante, pois para usar a velocidade reduzida, é necessária pouca luz direta. Aí, quem desenha são os reflexos.



Outro fator relevante do dia de hoje foi a água, que estava bem mais clara que o normal. Isso, acredito eu, faz com que os reflexos e refrações sejam mais nítidos e em maior quantidade. Por isso tantas cores diferentes nessa sessão.



0 visualização
  • Black Instagram Icon
0